CARICABATTERIE

MANUTENÇÃO DE BATERIAS

Para a manutenção correta de uma bateria é importante conhecer aquelas situações que possam danificar os desempenhos: uma entre estas é a sulfatação que pode criar uma degeneração dos desempenhos de uma bateria até torná-la não mais utilizável. Por conseguinte, nasce o conceito de dessulfatação, um processo que permite restaurar a funcionalidade de uma bateria prolongando a sua vida útil e eliminando a necessidade da substituição antes do tempo.

 

A mesma reação química na qual baseia-se o funcionamento de uma bateria de chumbo, para além de fornecer energia eléctrica, cria uma condição eletroquímica que leva progressivamente à degeneração dos componentes da bateria e que significa uma perda da capacidade de armazenamento de energia.

Durante o processo de descarga, as placas (eléctrodos) de chumbo combinam-se com a solução eletrolítica ácida criando cristais de sulfato de chumbo. Esses cristais depositam-se na superfície das próprias placas e impossibilitam o desenvolvimento do processo electroquímico de maneira correta, causando então a degeneração das prestações de uma bateria. Essa situação é indicada com o termo de “sulfatação”.

O processo de recarga de uma bateria deverá levar à reabsorção desses cristais na solução eletrolítica, com a consequente restauração das condições normais, mas o acumulo excessivo torna difícil a dissolução desses cristais em detrimento da funcionalidade correta da bateria.

Com o termo de “desolfatazione” introduz-se então um processo forçado que devolve a densidade inicial da solução eletrolítica através da aplicação de pulsos de correntes especiais que desagregam esses cristais (quebra das ligações moleculares entre ião chumbo e ião sulfato ácido) permitindo à bateria de restaurar as condições.

 

As causas que levam à sulfatação de uma bateria são inúmeras, mas é significativa a situação na qual a bateria permanece durante longos períodos sem ser utilizada, portanto, sujeita ao processo de auto-descarga. Para além disso, a presença sempre crescente de dispositivos presentes nos veículos atuais que continuam a consumir energias também com motor desligado, por exemplo, os sistemas de alarme, podem levar a uma descarga progressiva da bateria, portanto, criar os pressupostos para a sulfatação.

 

 

Le cause che portano alla solfatazione di una batteria sono molteplici ma significativa è la situazione in cui la batteria rimane per lunghi periodi senza essere utilizzata, quindi soggetta al processo di autoscarica. Inoltre, la presenza sempre crescente di dispositivi presenti negli autoveicoli attuali che continuano a consumare energia anche a motore spento, esempio i sistemi di allarme, possono portare ad una progressiva scarica della batteria quindi creare i presupposti per la solfatazione.